A Casa de Saúde S. João de Deus (Funchal, 1960-2018) – Contributos para a sua História

  • Aires Gameiro

Resumo

Este artigo constitui uma síntese da história da Casa de Saúde S. João de Deus de 1960 a 2018. Começa por resumir os antecedentes com notas sobre economia, ciclos da cana-de-açúcar e da vinha, fatores de alcoolismo, a primeira referência aos alienados, o papel do Hospital da Misericórdia do Funchal, a reação de Miguel Bombarda, a curta existência do Manicómio Câmara Pestana (1906-1925). Refere as várias tentativas de associar os Irmãos de S. João de Deus à assistência dos doentes mentais na Madeira e seus protagonistas, e, finalmente, a fundação e inauguração (1922 e 1924). Descreve a seguir a evolução de 1924 a 1960: edifícios, aumento de doentes, tratamentos e ocupações ergoterápicas e recursos humanos.
Põe em evidência o número crescente de doentes internados e as instalações. A partir de 1980 aponta as correntes e tendências de desinstitucionalização, psiquiatria social e comunitária, novos psicofármacos, porta giratória, tratamento específico de alcoólicos para explicar a redução progressiva de doentes internados. A construção e renovação de edifícios para alcoólicos, doentes agudos, atividades culturais e ocupacionais (polidesportivo, lavandaria/rouparia, oficinas ergoterápicas e unidades de reabilitação psicossocial), a partir de 1979, serão tratados em pormenor. Descreve a evolução do quadro técnico e doutros recursos humanos, internamentos compulsivos de doentes por tribunais, criação de unidades de reabilitação, requalificação de edifícios e supressão de barreiras arquitetónicas. Descreve a passagem da Casa de cinco para 12 unidades e valências, os processos de qualificação e creditação, funcionamento da Escola de Hospitalidade e parcerias oficiais e privadas. Serão referenciadas numerosas ações de formação técnica, congressos, encontros e convenções organizados pela Casa de Saúde e pelo Instituto S. João de Deus, assim como os atos culturais para celebrar os 90 anos da história da Casa de Saúde e publicações. Será feita referência aos recursos humanos técnicos até 2018, valências, estatística de doentes e parcerias mais recentes. Terminará com algumas perspetivas assistenciais a médio prazo e referências bibliográficas essenciais.

 

Palavras-chave

Casa de Saúde S. João de Deus; Funchal – Madeira; Saúde Mental e Psiquiatria; Alienados; Alcoolismo; História dos Serviços de Saúde Mental; Psiquiatras Madeirenses; História da Madeira.

Publicado
2019-06-06
Edição
Secção
Artigos / Ensaios