Visconde do Porto da Cruz: Um Estudioso da Cultura Madeirense

  • Sílvia Gomes

Resumo

Este artigo tem como principal objetivo contribuir para o conhecimento de uma vertente da obra do Visconde do Porto da Cruz (1890-1962), no que concerne aos estudos relativos ao património cultural do arquipélago da Madeira.
Figura incontornável da sociedade e da cultura madeirenses do século XX, Alfredo de Freitas Branco, Visconde do Porto da Cruz (desde 1921), distinguiu-se como jornalista, publicista, escritor, folclorista e conferencista, revelando ainda múltiplas facetas em diferentes fases da sua vida. Como escritor, deixou um vasto legado, composto por textos de diferentes géneros literários e variadas temáticas. Como estudioso e profícuo promotor das suas raízes culturais, proferiu conferências e publicou estudos em periódicos, opúsculos e volume, contribuindo para preservar aspetos da memória cultural e identidade madeirense.


Palavras-chave

Visconde do Porto da Cruz; Cultura Popular; Património Cultural; Identidade; Madeira.

Publicado
2019-06-06
Edição
Secção
Artigos / Ensaios